08 de outubro de 2019 às 10:16

Slayer nega que tenha ganhado mais de US$ 10 milhões por causa das irmãs Kardashian

Kendall Jenner foi fotografada com camiseta da banda de thrash metal e teria aumentado a receita de merchandising do quarteto

O responsável pela área de marketing e merchandising do Slayer negou que eles tenham tido um aumento de US$ 10 milhões (mais de R$ 40 milhões) em seu faturamento graças ao apoio não intencional Kendall Jenner. A jovem, parte do clã Kardashian, foi fotografada usando uma camiseta da banda de thrash metal que esteve na última semana no Brasil para shows em São Paulo e no Rock in Rio.
A imagem de Jenner foi feita em 2016, por coincidência, pouco depois do guitarrista da banda Gary Holt ter sido visto com uma camiseta com os dizeres "Kill the Kardashians" ("Morte às Kardashians") em um de seus shows - no Rock in Rio ele voltou a usá-la como visto na foto acima.

Heidi Robinson-Fitzgerald, que trabalha com a banda, disse para a CNBC que as vendas de itens merchandising de fato aumentaram, mas ele credita isso ao fato do Slayer estar um sua turnê de despedida. Isso está levando os fãs a buscarem uma recordação do evento.
O fato é que o quarteto pode até não gostar muito de ver a sua imagem associada a pessoas que não tenham noção de quem eles sejam, mas talvez seja o caso deles se acostumarem com a ideia. Esse é um fenômeno que também acontece com nomes como Ramones, Run DMC e mesmo o logotipo da língua dos Rolling Stones, cujas camisetas já se popularizaram para além dos fã clubes dessas bandas.
David Hooper, que apresenta um programa radiofônico dedicado à indústria da música,é dessa opinião. Ele lembra que como banda irá cessar as suas atividades, a venda de merchandising passará a ser a sua maior fonte de renda. Logo, todo dinheiro que entre em caixa, não importa de onde venha, será bem vindo.

Fonte: Vagalume

comentários

Estúdio Ao Vivo